Mariana N. C. Marco - CRP 06 95617

Siga quem te traz paz

Por @mariana

Se eu puder, te oferecer apenas um conselho, seria: SIGA QUEM TE TRAZ PAZ. 

Em 1997 o conselho sobre filtro solar rodou o mundo.

Aquele com base científica e tudo. Lembram? O Conselho que em 2003 foi gravado na voz do Pedro Bial.

E agora, às vésperas de 2021 eu gostaria de ofertar somente essa dica: siga quem te traz paz. Já está mais que provado que os algoritmos dançam conforme nossos cliques e comportamentos digitais…

Então acredite: Siga quem te traz paz

A ciência psicológica e neurocientífica explica como nossos comportamentos, sentimentos e emoções são impactados pelos estímulos que nos cercam… Estímulos, os quais na maioria das vezes, nós mesmos produzimos! Mudamos o mundo e somos modificados por ele.

E se tem algo que sobressaiu em 2020 foram as consequências de nossas escolhas…

Foi nesse último ano que você conviveu com as consequências do casamento que escolheu, do trabalho que aceitou, dos filhos que decidiu ter, dos votos que na urna digitou.

Neste ano, com pouquíssimas rota de fuga, fomos obrigados a conviver com todas as nossas consequências.

Bebemos da nossa arrogância ou generosidade.

Movimentamo-nos em prol da vigilância e/ou da amizade. Aqueles com um pouco mais de consciente, dormiam e acordavam de mãos dadas com as consequências de suas escolhas. As vezes triste, porém sempre real.
Somos seres coletivos e com a restrição de contatos, cada vez mais sociais e digitais. Então reforço: siga quem te traz paz.

Crianças, cachorros, gatos, pássaros não entraram no seu trabalho. Foi trabalho que invadiu a nossa casa. Não que ele não tivesse invadido antes… mas agora ele sentou no sofá da sala, enquanto no passado ele povoava suas ideias e seu franzir de testas nas telas e mais telas que você observava. Antes, o trabalho se fazia de visita tímida e agora põe os pés na mesa e abre a geladeira. Nós deixamos quando seguimos quem incita a ideia de que “estar a frente do outros, posudos em carros, viagens e belos corpos” é a grande conquista da vida.

Você não precisa de banheiras de gelo para ficar confortável no desconforto. Isso é distração para que você evite olhar pra sua vida com honestidade. As vezes eu desejo uma banheira de gelo as 5am só para não sentir a dor de ser quem sou na vida.

Olhar pra si é imensuravelmente desconfortável… entretanto, mais que disposição que a banheira de gelo promete, conhecer a si mesmo te dá poder. E é isso que influenciadores não querem… Quem te influencia não quer que você tenha poder de escolha. “imagina só… ter clareza para NÃO SEGUI-LOS… não escolhe-los!

É claro que eles preferem quem serve e não enche o saco, afinal…

como manipular alguém que está no comando da própria vida?

Nossa jornada é cheia de obstáculos. Não importa se você pensa que os meus são menores ou que de outras pessoas são maiores. Cada jornada possui os obstáculos que possui. E ninguém vive outra vida a não ser a sua própria.

Então, ao abrir seu smartphone, consuma quem te traz paz. Quem te encoraja ser você mesmo.

Quem te apoia e te incentiva.

Seguir quem te traz paz está longe de dizer que é busca por indulgência.

Seguir quem te traz paz não te fará um vagabundo acomodado… Inclusive, esse julgamento sobre “vagabundo acomodado e indolente” se faz a pessoas que não vivem vidas confortáveis. A vida não é confortável. É um erro acreditar que punições podem nos tornar melhores…

Punições nos torna fugitivos e mentirosos. A chance de ficarmos nos enganando é muito maior quando você segue alguém que “caga regra” para sua vida. Já carregamos culpas demais para uma tela vir e se sentir no direto de apontar mais uma e incluir mais outras na nossa cesta da vida. Siga quem te traz paz e busque sua evolução e desenvolvimento naqueles que te ajudam a crescer com respeito.

Procure orientar seus filhos quando eles viverem seus próprios desconfortos. Quando você os poupa, tira deles a chance de crescer… Não é preciso jogá-los aos leões ou em banheiras de gelo!!! Mas conceder amor quando o desconforto os visitar.

Siga quem te traz paz, mesmo quando isso significa entender que você não está certo! Mas fuja… fuja muito de quem grita com você. Fuja de quem precisa fazer “cara” de mau.

Foi-se o tempo que se acreditava numa educação violenta.

Quem foi educado pela aversão, se comporta pela fuga, pelo alívio, pela evasão. Obedece quieto, sem entender a razão.

Escolha andar com quem traz paz e confiança.

Consuma amor, generosidade e atenção.

Siga quem te faz sentir abraçado, acolhido e amado. Siga quem produz amor apesar de…

Amor. Não a good vibes que cura tudo. Amor. Aquele, sabe…? Aquele que respeita e dá espaço pra sua dor, que te escuta sem pudor…

Na verdade, meu conselho para 2021 seria: escolha SER aquele que traz a paz.

Compartilhe com seus colegas, eles vão gostar!