You are currently viewing Criando um novo hábito

Criando um novo hábito

Tá afim de um novo hábito?

Uma das coisas mais difíceis é o desenvolvimento de um novo hábito. 

Para mim maior bobagem esse negócio de sei lá quantos X dias.

Um hábito se constrói de um modo bem específico.

Não estou dizendo que XXI dias não funciona, só estou ressaltando que não são as repetições que desenvolvem um hábito, mas sim a função das repetições.

O motivo pelo qual você está repetindo algo e não a repetição em si que promove a construção de um hábito.

Aposto que já fizeste algo por mais de vinte e um dias e a coisa não tornou-se um hábito.

Faz muito mais efeito você entender o que é que você está buscando e do que está fugindo e fazer um ajuste nas suas atitudes. 

A grande sacada é A FORMA e O PORQUE você se COMPORTA e não POR QUANTO TEMPO você vai se comportar ou tem se comportado.

Existem dois tipos de pessoas:

  • (a) as que fazem algo para se aproximar do que amam
  • (b) as que fazem algo para se livrar do que odeiam

Tem aquelas que praticam atividade física porque amam sua vida, sua saúde e querem manter seus corpos saudáveis e melhores.

E existem aquelas que vão para as academias para ver se conseguem livrar-se dos corpos que odeiam. 

As do primeiro grupo, desenvolvem um hábito com gosto, uma rotina e incluem o comportamento de praticar atividade física na sua vida.

As do segundo grupo ficam felizes quando encontram uma boa desculpa para não fazê-lo.

Eu não devo, e não quero, lhe dar uma receita ou um passo-a-passo sobre quantos dias você precisa repetir alguma coisa para que isso se torne forte o suficiente na sua vida.

como-criar-um-novo-habito

Novo hábito?

Preciso te ensinar que hábito tem a ver com significado.

Depois disso é preciso alterar a função do comportamento.

Fazer algo por aproximação de um sentido, uma recompensa, um benefício e não para esquivar-se ou fugir de um desconforto.

Aposto que você não precisou de 21 dias consecutivos conversando e/ou saindo com alguém para que então se apaixonar (ou desapaixonar)

Você, na verdade, precisou de experiências que lhe mostrassem quais as recompensas possíveis naquela relação.

Não foi a repetição, foram os motivos.

Hábitos financeiros

O mesmo se aplica para hábitos financeiros como:

  • Economizar;
  • Poupar;
  • Investir;
  • Anotar os seus gastos;

Tudo isso não passará de uma atividade chata, a não ser que esteja vinculado a um objetivo, um sonho, um propósito.

Só se tornará um hábito a partir do momento que você aplicar essas atitudes por um MOTIVO, por algo maior e relevante.

E não mais por repetição.

Conclusão

Hábito não é pura repetição.

Em outras palavras, Hábito é Ação Consistente, com função reforçadora.

Lembre-se: Você não precisa de muitos dias para que um dia você obtenha seus resultados. 

Você precisa somente do dia número 1, só que todos os dias! 🙂

Compartilhe com seus colegas, eles vão gostar!

Deixe um comentário